quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Sete passos para manter o seu intestino saudável.

O câncer de cólon e reto, que também pode ser chamado de câncer de intestino, é um dos mais incidentes do Brasil, com 30 mil novos casos estimados por ano pelo Institui Nacional do Câncer (Inca). Esse tipo de câncer fica atrás apenas dos de pele não melanoma, próstata e mama feminina. O principal fator de risco para esse tipo de câncer é o histórico familiar. Segundo a proctologista Daniele Franco, do Hospital Santa Luzia, em Salvador, a genética atua um papel primordial da gênese do câncer e ainda tem uma força maior que fatores externos. No entanto, qualquer um pode se beneficiar dessa lista de bons hábitos para manter o intestino sempre em ordem, afastando o câncer de cólon e reto ou mesmo outros problemas relacionados ao órgão, como a presença de pólipos - pequenos acúmulos de pele que podem, inclusive, ser um sinal de alerta para o câncer. Confira:

Faça os exames regularmente

O teste mais específico para avaliação direta do intestino grosso e reto é a colonoscopia. "Trata-se de uma endoscopia feita pelo ânus que permite a visualização direta de toda a mucosa intestinal em sua circunferência, desde o reto até o íleo terminal (fim do intestino delgado) e possibilitando coleta de material para análise", afirma a proctologia Daniele Franco, do Hospital Santa Luzia, em Salvador. "A cápsula endoscópica é um exame que também permite a visualização da luz intestinal, mas não permite biópsias, e é utilizado quando existem lesões obstrutivas que impossibilitam a passagem do colonoscópio ou quando quer se avaliar o intestino delgado, segmento de difícil acesso pelos endoscópios", completa. Existem também testes indiretos radiológicos dos cólons, que são o clister opaco e a colonoscopia virtual. Esses exames desenham a luz intestinal e pode encontrar lesões de mucosa maiores que 6 mm.

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Oito dicas para insistir no treino até seu corpo viciar.

Adiar o início do treino, para muita gente, é mania. Não importa se está calor ou frio, ritmo pesado ou normal de trabalho, as desculpas são tantas, que você sempre dá um jeito de escapar. Esse comportamento é típico de quem não consegue fazer exercícios durante três meses seguidos, este é o tempo necessário para o corpo se adaptar ao treino e sentir falta dele. O problema é que nem todo mundo tem paciência de insistir, por isso os especialistas vivem em busca de alternativas e truques para aumentar o seu engajamento na atividade física. A mais recente, obtida a partir de uma pesquisa, provou que fracionar um treino de meia hora em três blocos de dez minutos pode ser até mais eficiente.

Se você, mais uma vez, está sem forças para começar a treinar ou está cogitando desistir do exercício, veja as dicas dos especialistas para acabar com a moleza de treinar e mude já sua rotina.

Fracione o treino.

Alguns estudos recentes vêm demonstrando que sessões de exercícios curtas e cumulativas durante o dia são tão benéficas quanto períodos longos e isolados de treino. O mais recente deles, realizado pelo Centro de Pesquisas de Estilo de Vida Saudável da Universidade do Estado do Arizona (EUA), mostrou que o treino dividido em três sessões curtas por dia foi significativamente mais eficiente que uma sessão única de meia hora para controlar a pressão arterial. Se, por um lado, o estudo ainda não é o suficiente para provar que os treinos divididos são realmente mais eficazes em todas as situações, por outro ele indica que é possível ajustar a rotina para praticar exercícios e, ainda assim, experimentar benefícios. Mas tome cuidado para não fracionar demais o exercício e, com isso, diminuir demais o ritmo das atividades, até cessar.

Nem pense em desculpas.

Ao acordar, você olha pela janela e torce para chover, veste as roupas de ginástica e acha que elas não caem bem? Ou você é daqueles que faz tudo por uma horinha de sono a mais? Ficar pensando nos contras vai te afastar cada vez mais da malhação. Deixar para amanhã também não adianta. O educador físico Carlos Henrique Sapucaia, especialista em treinamento resistido, conta que é importante ter objetivos bem definidos e pensar apenas neles para vencer a preguiça. "Quem quer emagrecer, ganhar condicionamento físico ou força não pode dar importância a obstáculos que aparecem, precisa dar foco nos benefícios", afirma.

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Primeiros socorros para queimaduras, insolação e outros acidentes da praia.


Praia é sinônimo de relaxar e se divertir. Mas, se não tomarmos os cuidados adequados, o passeio pode virar uma dor de cabeça - por isso é importante usar protetor solar, se hidratar bem e tomar cuidados com os alimentos estragados. Só que mesmo essas precauções podem não ser suficientes, abrindo espaço para pequenos acidentes acontecerem. Pensando nisso, conversamos com diversos especialistas, que nos ensinaram os primeiros socorros para acidentes típicos da beira mar:

Queimadura

Os cuidados locais que a pessoa deve ter quando sofre uma queimadura térmica são: lave o local com água gelada e sabão neutro, sem usar gelo no local.  "Isso pode agravar a lesão, uma vez que a pele estará muito sensível", declara o clínico geral Lucas Zambon, supervisor do Pronto Socorro do Hospital das Clínicas. Caso haja bolhas, não estoure, pois há risco de contrair infecções. Após lavar e secar com cuidado o local, você pode fazer compressas geladas com cuidado. "A hidratação com cremes à base de aloe vera pode ser praticada onde não há formações de bolhas ou lesões mais profundas (ou seja, apenas pele vermelha e dolorosa que fica branca quando se faz pressão com o dedo sobre a lesão)."

O especialista afirma que os cuidados com queimaduras são os mesmos, não importa se por objeto quente, exposição ao sol ou outras causas. "Você deve procurar atendimento médico em caso de bolhas, dor intensa, sinais de pele morta e descamando após a queimadura, queimaduras de face, mãos, pés ou genitais, se acometer grande parte do corpo ou caso você comece a ter febre."

É importante ressaltar que qualquer procedimento além desses podem causar uma infecção ou agravar o problema. "Não aplique manteiga, café, pasta de dente ou outras receitas caseiras em hipótese alguma", dica do pediatra Fernando Freitas de Oliveira, coordenador de ensino médico do Hospital Municipal e Infantil Menino Jesus.

Água viva

As queimaduras por águas-vivas ou caravelas são causadas por agentes venenosos que esses animais marinhos têm em seus tentáculos. "Em um primeiro momento, deve-se tentar remover calmamente o tentáculo do contato com a pele, e não se deve colocar o ferimento em água gelada, nem fazer fricção local", afirma o clínico geral Lucas. Deve-se colocar a parte afetada imersa em água quente (na temperatura máxima tolerada pela pessoa), por pelo menos 20 minutos. Alguns casos podem se beneficiar do uso de ácido acético (vinagre) sobre o local, porém nem sempre é efetivo. "Não é recomendado o uso de urina ou bebidas alcoólicas para passar no ferimento, pois podem provocar uma infecção e agravar a lesão."

Oito benefícios do sexo para a saúde.

Sexo é bom e ainda faz bem para a saúde! O orgasmo, por exemplo, é uma das sensações mais íntimas e deliciosas para homens e mulheres e é muito mais do que sinal do sucesso de uma relação sexual. A cada dia, os cientistas descobrem novos efeitos desta reação orgânica que, além de melhorar as emoções, faz muito pela sua saúde. "O orgasmo contribui para que homens e mulheres vivam com mais qualidade, trata-se de um momento de prazer que reverbera por vários dias", afirma o ginecologista Neucenir Gallani, da clínica SYMCO.

Porém, apesar de proporcionar prazer e qualidade de vida, uma pesquisa feita pela Universidade de São Paulo (USP) revelou que 70 % dos brasileiros fazem menos sexo do que declaram em conversas e pesquisas públicas. Por isso, o Minha Vida estimula você a melhorar essa situação trazendo o que a ciência e os especialistas andam dizendo por aí sobre os benefícios que uma vida sexual ativa traz ao corpo. Confira: 

Alivia as crises de enxaqueca

Quando seu parceiro reclamar, dizendo que não quer sexo porque está com dor de cabeça, reverta a desculpa a favor da saúde dele. Segundo o médico Neucenir Gallani, o orgasmo libera substâncias, como as endorfinas, que atuam no sistema nervoso. "Elas diminuem a sensibilidade à dor, relaxando a musculatura e melhorando o humor", afirma.

Melhora o aspecto da pele

Fazer sexo, principalmente no período da manhã, é um poderoso aliado da beleza para manter a juventude. Essa foi a conclusão de um estudo, realizado por cientistas da Universidade Queens (Reino Unido). De acordo com os pesquisadores, atingir o orgasmo aumenta os níveis de estrogênio, testosterona e de outros hormônios ligados ao brilho e a textura da pele e dos cabelos.

Além disso, quando há o orgasmo, ocorre uma vasodilatação superficial dos vasos, até aumentando a temperatura em algumas pessoas. Com isso, a pele ganha uma aparência mais viçosa, e o brilho natural dela fica em destaque.

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Exercícios ajudam no tratamento da fibromialgia.



Doença crônica de causa ainda desconhecida, a fibromialgia atinge principalmente as mulheres em idade produtiva de suas vidas, com transtornos psicológicos e sociais, familiares e no trabalho, o que a torna incapacitante, por vezes.

Seu tratamento traz ao médico e ao paciente alternativas medicamentosas variadas como os anti-inflamatórios hormonais (os corticóides) e não hormonais, ansiolíticos, anti-depressivos, relaxantes musculares entre outros. 

Independente do tratamento medicamentoso instituído, a atividade física e exercícios regulares ajudam muito no combate da doença. Não só pela capacidade analgésica das substâncias liberadas normalmente pelo exercício, mas também por capacitar o praticante a uma vida mais livre e independente, fazendo frente aos transtornos trazidos pela doença.

Não se sabe ao certo qual o mecanismo em que o exercício regular ajuda aos doentes. As evidencias científicas comprovadas através de estudos controlados ao redor do mundo mostram que a prática é indispensável como coadjuvante do tratamento clínico e medicamentoso da fibromialgia. No entanto, qual exercício é o melhor ainda carece de explicações.

Interessante notar também que o exercício regular diminui a dor nos pontos álgicos, característicos da doença, independente se a prática realizada envolve diretamente a esses pontos. Além desse aspecto, o exercício regular desvia a atenção do fibromiálgico inativo da dor.

A sensação de dor generalizada, sintoma da fibromialgia, também torna-se de menor intensidade, chegando a trazer conforto aos doentes que se livram de episódios incapacitantes.

domingo, 22 de fevereiro de 2015

Horário de verão acabou.

O horário de verão terminou na virada deste sábado (21) para domingo. Diante da crise hídrica, o governo chegou a cogitar o adiamento da data, para economizar energia e água, mas resolveu manter a previsão inicial.

Com isso, moradores do Centro-Oeste, Sudeste e Sul tiveram que atrasar os relógios em uma hora à meia-noite deste sábado.

O governo ainda não concluiu o balanço do quanto foi economizado nesta edição do horário de verão. Na última, foram poupados R$ 405 milhões no consumo de energia.

O horário de verão foi aplicado no Brasil pela primeira vez no verão de 1931/1932. O objetivo é estimular o uso racional e adequado da energia elétrica.

Consequentemente, segundo o governo, há aumento da segurança do sistema elétrico e maior flexibilidade operacional para a realização de manutenções, além de redução da pressão sobre o meio ambiente e nas tarifas cobradas pelo serviço.

Nesta edição, o horário de verão teve 126 dias – cinco a mais do que a média dos últimos 15 anos e uma semana a mais do que no último ano.

A prorrogação ocorreu para evitar que o fim da medida acontecesse no carnaval.

Do G1, em Brasília.

Conheça os benefícios e cuidados ao praticar o slackline.

O slakcline, esporte que envolve andar e se equilibrar em cima de uma fita apropriada, cresce cada vez mais no Brasil. O sucesso não é à toa, além de ser muito divertido, a atividade também melhora o equilíbrio, postura, a concentração, aumenta a força e diminuir o estresse.

Porém, é necessário tomar alguns cuidados quando for começar a praticar o slackline. "Primeiro é preciso ter conhecimento sobre como é a colocação das fitas", diz o educador físico Igor Armbrust, professor do curso de pós-graduação em esportes radicais das Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU).

Procure locais resistentes para montar a fita, árvores com raízes profundas ou colunas, preferencialmente aquelas arredondadas. Serão necessários uma fita de nylon com cerca de 5 centímetros de largura, uma catraca que irá tencionar a fita e duas alças onde a estrutura será presa. Procure fazer o esporte em parques ou na praia, pois assim as quedas podem ser amenizadas pela grama ou pela areia.

Fique atento para a altura em que a corda será colocada. "Comece com uns 30 ou 40 centímetros e tenha alguém te dando a mão. Coloque o pé inteiro em cima da fita, não o deixe de lado, mantenha os joelhos semi-flexionados e mantenha os braços abertos com a palma da mão virada para cima", orienta o educador físico Dimitri Wuo Pereira, proprietário da empresa Rumo Aventura.

sábado, 21 de fevereiro de 2015

Plano de carreira? Esqueça, você não vai ter um!

Que início desanimador para um artigo de Gestão Pessoal, dirão alguns... Por que tanto pessimismo? Reclamarão outros. Antes de defender esta tese, vamos esclarecer os termos de Plano, Carreira e Plano de Carreira, OK?

Obviamente que todos temos planos na vida. Estes podem se limitar a definir o que vou fazer no próximo fim de semana ou pode se referir a aspectos específicos de nossas vidas – vou estudar, vou casar, ter filhos, comprar uma casa, etc. Planejar é tentar escolher prioridades para buscar recursos, alocar tempo e sentir que estamos dando um sentido a nossas vidas – uma necessidade básica dos seres humanos que nos diferencia dos primatas.

Carreira é o caminho que se percorre na vida e mais especificamente, se consagrou como o caminho que se percorre na vida profissional ou acadêmica e este pode ser mais sinuoso e esburacado para alguns e mais suave e estrelado para outros. Estas diferenças têm a ver com o “veículo” que estamos dirigindo nesta estrada, ou seja, nós mesmos.

Nós nos diferenciamos quanto aos conhecimentos, habilidades e atitudes, além da inteligência, personalidade e motivações. Muitas vezes, o veículo que conseguimos é resultado de oportunidades que recebemos na vida de nossos familiares ou que conquistamos a duras penas. Alguns atribuirão parte da suavidade e velocidade do trajeto a sorte ou ao Q.I. de “quem indicou” – mas nenhum destes dois fatores dá conta do recado sozinho.

Plano de Carreira pode ser interpretado de duas maneiras: o plano que nós pensamos para nós, como começamos a explicar acima, e este ninguém pode nos impedir de fazer – ainda que esteja totalmente fora da realidade. Somos donos de nossos sonhos!

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Dizer ao outro seus desejos sexuais pode trazer surpresas positivas para a relação.


"É impactante ver casais que estão juntos por muitos anos nunca terem verbalizado ou se preocupado com o "cardápio" sexual..."          

Pesquisa divulgada pelo Ministério da Saúde com oito mil pessoas entre 15 e 64 anos, revelou que 11% dos casados não fazem sexo há pelo menos um ano; e este não é só o comportamento dos brasileiros. Um programa da Universidade de Chicago que monitora as mudanças na sociedade americana revelou que 15% das pessoas que vivem sob o mesmo teto estão entre seis meses a um ano sem manter relações sexuais.

É importante percebermos as diferenças entre o homem e a mulher numa relação. As diferentes atitudes entre gêneros em relação ao sexo não tem nada de estranho. Porem é a capacidade de cada elemento do casal deixar rapidamente de aceitar as diferenças entre ambos, especialmente no que diz respeito às diferenças entre homem e mulher.

O homem tende a sentir desejo momentâneo através do toque, da visão e do cheiro. Porém, a mulher tende a sentir desejo com o que mexe com a sua mente, e ainda por cima carece do tempo necessário para se desligar da realidade e passar para a fantasia do mundo sensual. Esse tipo de resposta mais tardia, da parte da mulher, e a rapidez da resposta sexual do homem, podem criar uma grande barreira entre o casal, podendo parecer que existe uma incompatibilidade sexual, levando cada vez mais a uma diminuição da vida sexual, quando por vezes apenas existe uma incapacidade de comunicação. Portanto, existe consenso em afirmar que homens e mulheres têm diferentes estilos de comunicação.

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Praticar esportes retarda desgaste do organismo.


A prática esportiva é geralmente instrumento indicado para se obter saúde. Benefícios físicos e psicológicos são considerados tangíveis desde a tenra idade para aquele que pratica esporte.

Independentemente do tipo de esporte, se adequado à pessoa, decerto a mesma terá uma boa saúde. Desenvolvimento físico, cognitivo e emocional, na infância e adolescência, são comprovadamente favorecidos pela prática esportiva, não obstante os diversos objetivos dos praticantes.

Desde que a exigência seja adequada à capacidade psicofísica do jovem, o esporte é considerado uma experiência valiosa para o bem viver.

Decorre que o esporte não é uma atividade incontestável em relação à saúde. Explico: o esporte não impede a entropia do ser humano! Essa é uma frase simples, mas que diz muito. Em resumo deve-se considerar entropia como "desgaste" natural de qualquer sistema que organiza e produz energia por determinado tempo. Portanto, para qualquer sistema que funcione (pense em algum produto ou equipamento que você usa), o desgaste será inevitável.

Ao considerar o ser humano como o mais complexo, funcional e sofisticado sistema existente na face da terra, sua entropia, pode ser controlada, equacionada e diminuída, tal como outro sistema (observe que qualquer equipamento que você adquira com certa sofisticação há instruções -"manual"- para garantir o melhor uso e durabilidade do equipamento), porém com mais elaboração e através comportamentos autônomos.

Nós não nascemos com "manual", mas a ciência cria com o tempo, mecanismos e instruções para retardarmos nossa entropia e com isso viver mais e melhor. Um desses mecanismos é a prática esportiva.

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

O Carnaval acabou. E agora? Sou feliz?

Terminou o Carnaval deste ano. Durante este período de festa que inclui arte, tradição, turismo e descontração, ocorrem também muitos outros processos, todos muito profundos e menos evidentes.

O Carnaval, a festa das máscaras, das fantasias, revela muito sobre a nossa personalidade e os estados emocionais aos quais estamos vinculados.

Personalidade é uma palavra derivada da forma grega “persona”, denominação das máscaras utilizadas pelos atores no teatro grego, que além de favorecerem o reconhecimento de uma personagem, também facilitavam a projeção da voz nos grandes ambientes e ao ar livre.

Se o Carnaval é a festa das máscaras, é, por analogia, também a festa das personalidades...

Muitos acreditam que as pessoas se revelam durante festividades como o Carnaval, mas frente às diferentes “personas” disponíveis, como será que as pessoas se revelam?

Será que elas se revelam como são? Como gostariam de ser? Ou como, de fato, jamais seriam?

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Por que cultura de sustentabilidade fica mais no discurso e não vai para prática efetiva?


Falamos muito em sustentabilidade, mas não a colocamos em prática com a mesma intensidade.

Este fato vale tanto para pessoas físicas quanto para pessoas jurídicas.

Teoricamente a grande maioria é a favor da sustentabilidade, mas na prática a insustentabilidade dos impactos das atividades humanas continuam.

Isso não é um contrassenso?

Por que isso acontece?

Na minha opinião é que ainda não estamos totalmente convencidos sobre a interferência de nossos atos individuais no todo.

Isso acontece por alguns motivos:

- Dificuldade do olhar sistêmico que permitiria compreensão do problema;

- Dificuldade de tangibilizar os resultados dos nossos atos no todo e principalmente no futuro;

- Falta de preocupação e responsabilidade para com as próximas gerações;

- Falta de punidade (ou motivação) para mudar hábitos que desperdiçam recursos naturais e impactam o meio ambiente.

Mas o principal é a falta de informação e educação socioambiental que, sem dúvida alavancaria o processo. Por isso, e cada vez mais, se torna indispensável mais espaço na mídia e nas escolas para construirmos uma cultura de sustentabilidade capaz de falar menos e praticar mais sustentabilidade em nosso cotidiano. Sustentabilidade tem que deixar de ser ideologia e virar hábito e educação. 

por Marilena Lavorato do UOL.

Dicas para acabar com o mau cheiro nas axilas.

O cheiro ruim nas axilas é um problema que causa enorme desconforto entre muitas pessoas, pois pode ser desagradável para você e para as pessoas que estão por perto. Esse problema costuma acontecer porque a região das axilas está propensa ao surgimento de bactérias e fungos, que provocam o mau cheiro. Para evitar o famoso “cecê” e não correr o risco de passar vergonha, confira algumas dicas para estar sempre cheirosa.

Em primeiro lugar, ao contrário do que muitos pensam, não é o suor que causa o mau cheiro, e sim as bactérias que se instalam em áreas onde ele é mais abundante. Portanto, de nada adianta procurar desodorantes e antitranspirantes que deixem a pele extremamente seca, pois isso pode prejudicar a saúde da sua pele.

Como evitar o mau cheiro nas axilas?

Higienizar as axilas: quanto mais higienizada a região estiver, menos chances das bactérias se instalarem. Tente tomar pelo menos dois banhos por dia e massageie as axilas com uma esponja vegetal macia.

Depilação em dia: os pelos também podem acentuar a proliferação de bactérias e prejudicar o odor nas axilas, portanto deixe a depilação na região sempre em dia.

Roupas adequadas: tenha muito cuidado ao usar roupas com tecido sintético, pois elas abafam a região e criam um ambiente quente e úmido, favorecendo o mau cheiro. Além disso, evite reutilizar uma roupa usada antes de lavar, pois as bactérias podem se proliferar no tecido.

Alimentação adequada: alguns alimentos como cebola, alho, pimenta, fast foods, carne vermelha e bebidas alcoólicas podem alterar negativamente os odores corporais. Consuma-os com moderação.

Dica caseira para combater o mau cheiro nas axilas


Passe metade de um limão nas axilas e espere dez minutos. Depois, tome banho normalmente e lave a região com sabonete.

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Por que beber oito copos de água por dia?

Neste calor não há nada melhor que um copo bem cheio de água não é mesmo? É sobre o papel da água no nosso organismo que irei falar hoje.

A água é o elemento-chave para o nosso corpo, pois é um solvente biológico universal onde todas as reações biológicas essenciais para a vida ocorrem. Por exemplo, é ela a responsável pelo transporte de nutrientes provenientes da nossa alimentação para as células e também pela eliminação das substâncias estranhas que o nosso corpo não necessita através dos rins (urina).

A urina é responsável pela eliminação de substâncias estranhas, que o seu corpo não precisa. Mas e a transpiração? Você sabe por que você transpira? A transpiração é uma maneira de regular a nossa temperatura corporal. Quando o nosso corpo está excessivamente quente, como em dias de calor intenso, liberamos calor através da evaporação de água que ocorre com a sudorese. Quando suamos, a água que existe no suor provoca o abaixamento da temperatura corporal. Não é a transpiração por si que faz o indivíduo diminuir a temperatura corporal, mas sim a evaporação da água do suor produzido.

A recomendação geral é o consumo de no mínimo 2,5 litros de água por dia (cerca de oito copos) e os especialistas explicam que se você está com sede é por que já passou da hora de beber água, ou seja, não se deve esperar sentir sede para tomar um grande copo com água.

Dicas para proteger adultos e idosos de fraturas ósseas.

 Dados do Ministério da Saúde mostram que cerca 30% dos idosos brasileiros sofrem pelo menos uma queda por ano. Além disso, de 5 a 10% desses idosos fraturam ossos. Isso acontece porque com o passar da idade, o corpo sofre alterações no controle da postura e do andar, que desempenham um papel importante no equilíbrio dos idosos. Os ossos e músculos também ficam mais fracos com o passar da idade, uma vez que a massa muscular e massa óssea começam a se degenerar. Todo esse quadro contribui para um maior risco de quedas e fraturas.

Mas não é apenas a população mais idosa que precisa tomar cuidados com a saúde dos ossos, os adultos também. Afinal, a recuperação de uma fratura não costuma ser rápida e em alguns casos há risco de complicações. Além disso, os custos com hospitalização ou com uma possível cirurgia podem pegar a família despreparada. Algumas dicas podem ser seguidas para manter os ossos fortalecidos e reduzir o risco de quedas. Confira:

Mantenha-se no peso ideal

Tanto a obesidade quanto o baixo peso podem aumentar o risco de fraturas. As pessoas acima do peso têm dificuldade de realizar exercícios e tendência a desenvolver outros problemas, como hipertensão arterial e diabetes, além de geralmente manterem uma alimentação inadequada, sem o aporte nutricional necessário para manter os ossos fortes. O excesso de peso pode causar um esforço muito grande das articulações, favorecendo dores e quedas. 

domingo, 15 de fevereiro de 2015

Cinco perguntas sobre relacionamentos de carnaval.


Dá para procurar um relacionamento sério? E se você já tem um relacionamento sério, mas quer cair na farra? Especialistas respondem dúvidas.

1. Dá para começar um relacionamento sério no carnaval?

Ao contrário do que reza o senso comum a respeito dos objetivos da festa, as consultoras ouvidas são categóricas: sim. "Nada é impossível no universo do amor", diz Cibele Nardi, coach especializada em comportamento e relacionamento humano. "Tudo parte da sua intenção", completa Margareth Signorelli, coach de relacionamentos.

Por isso, o primeiro passo é se fazer algumas perguntas. "O que você pretende do seu carnaval: dar o telefone pra todo mundo e ver o que rola? Ficar com só uma pessoa por noite? Beijar geral sem se preocupar com o amanhã? Ninguém vai julgar. Você só precisa ser honesta com você mesma".

2. Se você já está em um relacionamento, mas queria curtir o carnaval solteira, o que fazer?

Este é um dilema tão antigo quanto a marchinha "Até Quarta-Feira", que dizia "Mas este ano está combinado, nós vamos brincar separados/ Se acaso meu bloco encontrar o seu /Não tem problema, ninguém morreu". Segundo Margareth, há casais que combinam a proposta da música: "cada um vai pro seu canto, depois ninguém fala o que aconteceu". Mas tudo tem que ser acordado sem mágoas posteriores.

3. E se você é solteira e quer curtir muito a festa, sem trocar telefones ou pensar em relacionamentos potencialmente duradouros?

Simples: caia na folia. "Deixe claro que você só quer se divertir. Não minta, não engane ninguém, pois sua própria credibilidade pode ficar comprometida", recomenda Cibele Nardi. Margareth completa: fique atenta à hora de "levantar acampamento" e tenha à mão o dinheiro do táxi. "Bebeu demais, bateu um bode, a noite nao está legal? Vai embora", aconselha. No dia seguinte tem mais -- até a quarta-feira de cinzas.

4. E se você quer curtir a festa, mas a pessoa com quem você ficou no primeiro bloco já quer pegar seu telefone e agendar outro encontro?

Cibele é taxativa: "Seja honesto e corte qualquer esperança ou expectativa do outro", resume. "A regra que vale no carnaval é a regra que você mesma fez para você, lá no começo", diz Margareth.

5. E se você estava a fim de curtir, mas mudou de ideia e ficou interessada no gato (ou na gata)?

Avalie se vale a pena mudar de planos. Se vale, Margareth recomenda "zerar" a história, propondo um recomeço. "Quando você começa um relacionamento no carnaval, comece-o *depois* do carnaval", diz.
Por iG São Paulo.

Como reconhecer os sintomas do 'vírus' do amor em seu corpo.


Apaixonar-se é uma questão de química. Literalmente. Engloba uma série de reações corporais que cientistas acreditam terem sido desenvolvidas para garantir a sobrevivência de nossa espécie.

De forma parecida com a de uma doença, os sintomas físicos são claramente identificáveis: mãos suadas, perda de apetite, face enrubescida e batimento cardíaco acelerado.

O "vírus" do amor se manifesta em três estágios distintos: luxúria, atração e apego, que é o que mantém os casais juntos.

O amor também tem estágios diferenciados, cada um ditado por uma série de substâncias químicas que detonam diferentes reações físicas.

Há a fase da luxúria, um desejo sexual básico, que pode progredir e se transformar em um "apego" mais comum em longos relacionamentos.

Porém, um fato interessante é que, segundo cientistas, os estágios não precisam ocorrer necessariamente nessa ordem.

"Você pode sentir uma forte ligação com algum colega de escritório ou em seu círculo social e aí, meses ou mesmo anos depois, as coisas mudam. De repente, você se apaixona por ele ou ela", explicou à BBC a pesquisadora Helen Fisher, da Rutgers University, em Nova Jersey (Estados Unidos).

sábado, 14 de fevereiro de 2015

Proteja a sua saúde no carnaval com essas nove dicas.

Fevereiro já chegou e, com ele, o tão esperado carnaval. A preocupação com diversão é tanta que é fácil se esquecer dos cuidados mais básicos com a saúde. O infectologista da Unifesp, Paulo Olzon Monteiro da Silva, explica que a alimentação errada, o abuso do álcool e a ausência de sono causam um desgaste muito grande ao organismo. "Há também os perigos do sexo sem camisinha e até das doenças transmitidas pelo beijo", lembra o especialista.

Você quer curtir todos os dias de folia com o pique lá em cima? Então siga os conselhos dos especialistas para manter a energia sem detonar a saúde.

Sexo? Só se for seguro

Muitas doenças podem ser transmitidas pelo sexo. Paulo explica que a contaminação pelo vírus da Aids, da gonorreia, da herpes e da sífilis pode acontecer numa única relação sexual. Mas a camisinha, por si só, já é eficaz para prevenir esses problemas. "O preservativo é sempre o melhor método para evitar Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs) e a gravidez. Optar por métodos contraceptivos, como a pílula do dia seguinte, pode prejudicar o organismo, pois causam alterações hormonais e não previnem a contaminação de doenças", conta. 

Não saia distribuindo beijos

Não é apenas o sexo que pode transmitir doenças. Existem alguns vírus que podem ser passados também pelo beijo. Paulo explica que a mononucleose infecciosa, conhecida como a "doença do beijo", é transmitida, principalmente, dessa forma. Ela pode causar febre, dor de garganta e até aumento do baço e do fígado.

A herpes labial também é adquirida através do beijo. Uma vez adquirida, ela será a sua companheira pela vida toda. Basta uma situação estressante ou alguma queda da imunidade para que as bolinhas avermelhadas apareçam na mucosa da boca. Mas fique tranquilo, ela só é transmissível enquanto estiver aparente.

Nove alimentos que ajudam a proteger o seu fígado no carnaval.


Você provavelmente nem lembra que ele existe, mas saiba que o fígado é um dos órgãos mais complexos e merece muito cuidado. Entre as mais de 200 funções, ele funciona como um filtro, eliminando o que é tóxico ao nosso organismo - percebeu a importância? Sem ele funcionando direito, nada mais trabalha direito no corpo também. Quando exageramos no consumo de bebidas alcoólicas e alimentos gordurosos, o fígado fica sobrecarregado e precisa de uma desintoxicação. 

"O problema é que não existe um alimento milagroso em uma quantidade determinada que promova essa limpeza do fígado", aponta o nutrólogo André Veinert, da Clínica Healthme. Ele diz que há alguns alimentos que podem até ajudar a desintoxicar, mas não basta apenas consumi-los e se achar no direito de exagerar no consumo de álcool e gorduras - é preciso ter moderação, fazer refeições leves várias vezes ao dia e praticar exercícios físicos com regularidade. Outro ponto é que o consumo dos alimentos "detox" precisam ser consumidos de forma habitual na dieta alimentar. Em resumo, o consumo de um único item da lista abaixo não vai ser o responsável por proteger a saúde do fígado, mas sim uma alimentação balanceada em que se encaixem a turma toda. Confira aqui:

Própolis

O extrato de própolis, obtido das abelhas é facilmente encontrado em farmácias, contém substâncias chamadas bioflavonoides que estão ligadas a uma melhora da função do fígado. Dessa forma, ajudam a acelerar a desintoxicação do organismo.

"Há também alguns estudos feitos desde 1992, in vitro ou em camundongos, que apontam que a substância artepelin C do própolis combate células tumorais no fígado", aponta a nutricionista Danielle Nascimento, do programa de educação nutricional Viva Melhor. Leia no rótulo as instruções de consumo de acordo com o tipo de própolis que você comprar, que pode variar de uma colher de chá a uma quantidade específica de gotas de acordo com a idade da pessoa.

Para que tanto trabalho?


Acordar e poder decidir se sai ou não de casa para trabalhar. Folgar 48 horas e ainda ter um terceiro (talvez até um quarto) dia de descanso. Tirar férias quando desejar e pelo tempo que quiser. A expectativa sobre uma jornada de trabalho mais flexível é cada vez maior. Em tese, a sociedade contemporânea poderia se libertar das amarras de um cotidiano profissional rigoroso. É a variação moderna do lema "trabalhar menos para viver mais". Essa ideia transita pela imaginação humana desde o surgimento do próprio conceito de trabalho e cresceu progressivamente com o advento da tecnologia e da promessa que essa evolução resultaria, com ajuda das máquinas, numa redução da jornada.

Mas a tecnologia não nos ajudou a trabalhar menos, pelo menos em curto prazo - "curto" em termos históricos, é claro. A última grande mudança na estrutura da jornada de trabalho veio com a Revolução Industrial a partir do século 18, quando a mecanização mudou o mundo. Depois disso houve apenas ajustes, mas a ideia de 8 horas diárias de trabalho permanece a mesma até hoje, ainda que o futuro continue a parecer brilhante e esperançoso. A questão a se resolver para que esse novo momento chegue envolve três eixos; o trabalhador, as empresas e o governo.

"Precisamos repactuar a duração da jornada socialmente, algo que os europeus fazem mais; colocar numa mesa empresários, trabalhadores e governo para construir um pacto", opina o professor doutor Mário César Ferreira, do Departamento de Psicologia Social e do Trabalho do Instituto de Psicologia da Universidade de Brasília. "Porque reduzir é preciso. Precisamos construir um cenário em que todos ganhem; o Brasil, a sociedade, o setor produtivo e os trabalhadores", completa.

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

AVC: saiba quais os primeiros socorros durante um derrame.

A cada ano, cerca de seis milhões de pessoas morrem de acidente vascular cerebral (AVC), sendo essa a primeira causa de morte e incapacidade no Brasil, de acordo com a Sociedade Brasileira de Doenças Cerebrovasculares (SBDCV) e Academia Brasileira de Neurologia (ABN). "O AVC, que atualmente é chamado de AVE (acidente vascular encefálico), ocorre quando existe a interrupção da oferta de oxigênio e nutrientes em um território do cérebro, cerebelo ou tronco cerebral", explica o cardiologista Rafael Munerato, do laboratório Pasteur. Essa interrupção pode ocorrer devido a um entupimento, que é o AVC isquêmico, ou rompimento de um vaso, caso do AVC hemorrágico. Os fatores de risco são semelhantes aos do infarto do miocárdio: tabagismo, obesidade, sedentarismo, diabetes, hipertensão e colesterol elevado. Dessa forma, a adoção de hábitos saudáveis e controle de doenças metabólicas e cardiovasculares são essenciais para prevenir esse mal. "E quando falamos de cuidado, é preciso reconhecer os principais sintomas do AVC para que o atendimento seja feito o mais rápido possível, uma vez que isso é decisivo para a boa recuperação do paciente", alerta o neurologista André Felício, de São Paulo. Se você ainda tem dúvidas sobre o que fazer quando se tem um derrame cerebral, confira:

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

7 atitudes que toda mulher poderosa deve ter.

A mulher poderosa é aquela que conduz a própria vida, driblando com graça os desafios e adversidades do cotidiano. Confira sete atitudes essenciais para que você inspire confiança por onde passe:

Conhecer a si mesma. Aprenda sobre seus próprios defeitos e qualidades. Aceite a si mesma e observe o mundo mudar à sua volta.

Otimizar o tempo. A mulher moderna sabe se dividir entre família e trabalho. Simplifique tarefas domésticas para passar mais tempo com as pessoas queridas.

Expressar-se. Pode ser através das roupas, de um hobby ou de um corte de cabelo. Não tenha medo de mostrar ao mundo quem você é.

Ser independente. Seja do marido, dos filhos ou até da depiladora. O importante é achar em você mesma a força para fazer tudo o que tem vontade.

Ser otimista. Pessoas otimistas tendem a viver mais e melhor. Procure ver o lado bom das coisas.

Surpreender. Escolha um passeio ousado para fugir da mesmice, ou, por que não, um penteado diferente.

Exercitar-se. Atividades físicas diminuem o estresse, relaxam e ainda te deixam de bem com o próprio corpo.

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Fortalecer o sistema imunológico: 7 dicas fundamentais para deixar o corpo mais resistente.


Você tem notado que anda mais indisposta ou que com frequência acaba sendo afetada por pequenas doenças? Essa fraqueza do sistema imunológico pode ser originada em uma série de hábitos que você tem no dia a dia e que atrapalham o funcionamento correto das células de defesa do organismo. Veja sete coisas que você precisa fazer para seu corpo ficar mais resistente:

Relaxe- quando você se estressa o organismo libera substâncias que abalam o funcionamento do organismo e que interferem na resistência imunológica. Por isso, procure evitar o nervosismo sempre que possível.
   
Tome sol – a vitamina D contribui para a diminuição dos riscos de algumas doenças e só absorvida pelo copo quando você se expõe ao sol. Por isso, fique um pouco à luz solar (com moderação e proteção, é claro) para garantir o bom funcionamento dessa vitamina.
   

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Como tirar a maquiagem com mais facilidade?

Você adora produtos de longa duração, mas sofre na hora de removê-los? Confira algumas dicas para deixar a tarefa mais fácil e menos dolorosa!

Maquiar-se é uma delícia. Tantas cores, texturas e opções... Bastam alguns minutos, poucos cosméticos e conseguimos um visual incrível. É uma atividade apaixonante! Mas se tem uma coisa que pouca gente ama tanto assim é a hora de demaquilar, né?

Tirar a maquiagem entra na lista de coisas que as mulheres sabem da importância, mas morrem de preguiça de fazer, até porque geralmente isso acontece no fim do dia, quando tudo o que queremos é descansar, tomar banho e dormir - o que pode ser um problema, já que vários dos produtos de beleza que amamos não saem com água.

Por isso, é tão importante encontrar o demaquilante correto para o tipo de maquiagem que você costuma usar. Só assim vai ter certeza de que a sua pele descansa limpinha durante a noite.

Mas se mesmo usando um bom removedor, tirar a maquiagem ainda é um processo cansativo pra você, existem algumas dicas que podem te ajudar a ficar de cara limpa!

Quer saber quais são elas? Confira a lista abaixo!

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Apesar do nome, depressão pós-parto começa já na gestação.

Um grande estudo documentou vínculos inesperados no período e na severidade dos sintomas da depressão materna, podendo auxiliar mães e médicos a melhor antecipá-la e a tratar o problema.

O estudo com mais de 8.200 mulheres, de 19 centros de sete países, publicado no mês passado na "Lancet Psychiatry", constatou que, nas pacientes com sintomas mais severos – pensamentos suicidas, pânico, choro frequente –, a depressão, geralmente, começava durante a gravidez, não após o parto, como se costuma pensar.

Em geral, mulheres com depressão moderada desenvolveram os sintomas após dar à luz e, com maior probabilidade do que as com depressão severa, tiveram complicações durante a gravidez, tais como pré-eclâmpsia, diabetes gestacional ou hipertensão. Mulheres com depressão severa, no entanto, relataram complicações com maior frequência durante o parto.

"Esse é o maior estudo até agora sobre sintomas da depressão pós-parto. Definitivamente, esse é o primeiro passo na direção certa, saber que a depressão não é igual em todos os casos", disse Leah Rubin, professora assistente do Programa de Pesquisa da Saúde Mental Feminina da Universidade de Illinois, em Chicago, e coautora de um comentário sobre o estudo.

De 10% a 20% das mães vivenciam depressão, ansiedade, distúrbio bipolar ou outros sintomas em algum momento da gravidez há até um ano após dar à luz. O estudo poderia auxiliar os esforços para encontrar causas e tratamentos.

Onze coisas que ninguém te contou sobre o pós-parto:

domingo, 8 de fevereiro de 2015

Chia, linhaça e gergelim: conheça os benefícios dessas e de outras sementes para emagrecer.

   
A alimentação saudável é o grande segredo para emagrecer com saúde e sem passar fome. Nesse processo, é possível contar com a ajuda das sementes, que favorecem a perda de peso enquanto cuidam do organismo. Elas são fontes de nutrientes e podem ser consumidas diariamente como acompanhamento de frutas e iogurtes.

A semente de girassol é fonte das vitaminas E e do complexo B, protegendo o organismo da ação dos radicais livres e garantindo a correta absorção de nutrientes. Elas também aumentam a sensação de saciedade e evitam picos de açúcar no sangue.

Quando entra em contato com a água, a chia aumenta de tamanho e forma um gel que favorece a saciedade e atua no metabolismo das gorduras. A semente também é rica em ômega 3, ácido graxo que diminui o processo inflamatório das células.

Ricas em fibras, as sementes de abóbora ajudam a regular o funcionamento do intestino, contêm ômega 3, vitaminas e minerais, e atuam como um vermífugo natural, garantindo a saúde do sistema digestivo.

Fonte de proteínas, cálcio, ferro, ômega 3 e vitaminas, o gergelim ajuda a secar a barriga e definir a silhueta. Seus nutrientes ajudam a regular o metabolismo e o funcionamento intestinal, contribuindo para o emagrecimento saudável.


A linhaça é rica em fibras, antioxidantes, vitaminas e minerais. Além de ajudar a emagrecer, devido às propriedades que favorecem a eliminação de gorduras e toxinas, a semente se mostrou eficiente no combate aos sintomas da menopausa e da TPM.

HPV pode passar pela pele, além de causar câncer de boca e garganta..



Papilomavírus humano é o nome completo do HPV, um velho conhecido das mulheres. A fama se dá, principalmente, por ser ele o causador do câncer de colo do útero, o terceiro mais comum entre a população feminina brasileira, de acordo com o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca).

Sintomas e tratamento do HPV

Apesar das recentes medidas preventivas tomadas para evitar o contágio pelo HPV, nem todos sabem de fato se estão ou não suscetíveis à infecção e acabam acreditando em alguns mitos. Você sabe, por exemplo, se homens também podem pegar HPV e desenvolver câncer? Ou se o vírus pode ser eliminado do corpo? Descubra a seguir.

Mito: Apenas mulheres pegam HPV

Qualquer pessoa sexualmente ativa, mesmo que tenha apenas um parceiro, pode pegar HPV. Homens podem, inclusive, desenvolver câncer anal e de pênis em consequência da infecção.

Mito: Homens podem ser diagnosticados com HPV

Não existem testes que permitam a detecção do vírus entre a população masculina, apesar de ele possivelmente estar no corpo do homem.
Mito: HPV causa câncer apenas na região íntima e órgãos reprodutivos
Boca e garganta também estão suscetíveis ao aparecimento de lesões em consequência da infecção pelo HPV.

sábado, 7 de fevereiro de 2015

Top de corrida deve ser escolhido com atenção para não prejudicar a saúde.


Existem tops com variadas modelagens e estampas bonitas no mercado, mas nem todos são indicados para praticar corrida. Os tipos corretos evitam dores na coluna, nos seios e até assaduras. Por isso, possuem elementos específicos.

É importante que o modelo escolhido sustente bem os seios. O modelo nadador, com faixa central nas costas, é um bom exemplo. Já o tecido deve fixar no corpo; e entre os mais indicados está a poliamida. "Trata-se de uma fibra resistente aos fungos que causam odores. Ela aquece pouco, não deforma com a lavagem, possui secagem rápida e favorece a transpiração do corpo", explica Mahara Roxo, designer de produtos da marca Olympikus. Daniela Rodrigues, gerente de criação da marca Fila, também lembra: "O tecido inadequado pode gerar feridas por conta do atrito".

Maria Clara Palladino, designer de produtos da Rainha, tem outra dica: "Prefira aqueles com poucas costuras, para que não incomodem. Caso corra em locais abertos, dê preferência aos tecidos que ainda ofereçam proteção solar". A preocupação com tantos itens não é frescura. A personal trainer Iva Bittencourt alerta: "Confortável, a mulher consegue manter a concentração no esporte. Caso contrário, pode perder o ânimo para os treinos".

Aposente o sutiã

Como a lingerie não é uma peça para performance esportiva, ainda que traga alguma sustentação, pode machucar a ponto de criar assaduras por conta das costuras e dos muitos detalhes. Para o Dr. Eloy Rusafa, especialista em cirurgia da coluna vertebral, praticar corrida usando o top certo é essencial. Ele conta que já tratou pacientes que tiveram que reduzir o tamanho das mamas para controle das dores nas costas; mas diz que o procedimento só foi necessário porque elas se descuidaram. "Elas usavam sutiã e camiseta para correr, e isso impediu a sustentação adequada dos seios, assim como o fortalecimento da musculatura", conta.
Cecília Leite
Do UOL, em São Paulo.